Já nasce forte a primeira Associação de Prefeitos de São Paulo

   Juntamente com um grupo de Prefeitos (Dimar de Brito Santa Cruz da Esperança, Lucas Pocay de Ourinhos e Gabriel Carvalhaes de Luiz Antônio e Edson Ávallos – Secretário Executivo do CMM) foi entregue ao Governador Geraldo Alckmin o documento de criação da

mais nova associação municipalista do Estado de São Paulo, a APSP - Associação de Prefeitos de São Paulo. Ele já se colocou como parceiro.

      A APSP – Associação de Prefeitos de São Paulo, com sede à Rua Barão de Itapetininga, nº 255, 2º, Sala 212, República, São Paulo/SP, recém-instalada em nosso estado, a partir da iniciativa de um grupo de prefeitos que buscam a melhoria tanto técnica como de desenvolvimento de seus municípios.

      A referida entidade que é composta exclusivamente por Prefeitos e Prefeitas em exercício vem da necessidade de se buscar a articulação política pelos próprios Prefeitos e Prefeitas, bem como também investir na capacitação e qualificação dos servidores públicos dos municípios do Estado de São Paulo. “Vale ressaltar que órgãos e entidades municipalistas existentes nos dias de hoje tem desempenhado um papel de grande importância no municipalismo e no fortalecimento dos municípios de São Paulo e do Brasil, portanto estaremos sempre na condição de grandes parceiros”, repercutiu Edson Ávallos, Coordenador Geral da APSP.

      A APSP – Associação de Prefeitos de São Paulo é uma entidade sem fins lucrativos e todos os técnicos colaboradores, os quais irão compor o Conselho Técnico Consultivo, inclusive sua diretoria são cidadãos voluntários embutidos na causa do municipalismo, os quais aceitaram o desafio e juntos com os Prefeitos e Prefeitas de São Paulo ajudarão a “Reescrever o Brasil que queremos”.

      “Para iniciarmos o projeto de “Reescrever o Brasil que queremos”, a APSP fará realizar nos dias 12 e 13 de março de 2.018 em São Paulo, na Assembleia Legislativa, o Congresso Nacional de Municípios e também o Encontro Nacional de Consórcios Públicos, de onde se originará a Carta de São Paulo, onde todos os prefeitos e prefeitas do Brasil serão convidados”, destacou o prefeito de Ribeirão Preto Antônio Duarte Nogueira que é presidente de honra da nova entidade municipalista de São Paulo.

    De acordo com a organização o referido evento terá como parceiros os Governos do Estado de São Paulo e Federal, com atendimentos técnicos, oficinas, painéis de debates e plenárias deliberativas.