Presidente da APSP relata dificuldades dos Municípios

O presidente da APSP, José Ricardo Rodrigues Mattar (prefeito de Igarapava) anunciou durante seu discurso no 1º Congresso Nacional de Municípios – que acontece nos dia 12 e 13 de março na Assembleia Legislativa que é necessário a mobilização de prefeitos/as em busca de investimentos e capacitação de seus servidores.

 

José Ricardo explicou que a APSP – Associação de Prefeitos de São Paulo foi criada por iniciativa de um grupo de prefeitos/prefeitas e aliados vários Consórcios existentes em nosso Estado. E ela nasceu da necessidade de se buscar em conjunto a articulação política pelos próprios Prefeitos e Prefeitas, em defesa de cada Município.

 

“Com todo respeito, mas diferentemente de outras entidades municipalistas, todos nós que estamos compondo a APSP atuando legitimamente como Prefeitos e Prefeitas, atuando diariamente na vida pública, somos aguerridos, e lutamos pelos direitos do nosso povo e do nosso Município. A APSP estará atuando nas causas Municipalistas, bem como visa nvestir na capacitação e qualificação dos servidores públicos dos municípios do Estado de São Paulo” comentou.

O presidente da APSP explicou que órgãos e entidades municipalistas existentes nos dias de hoje tem desempenhado um papel de grande importância no municipalismo e no fortalecimento dos municípios de São Paulo e do Brasil, portanto a entidade também estará buscando parceiros para seu fortalecimento. “Estamos reunindo Prefeitos e as entidades municipalistas, já que ninguém faz nada sozinho, vamos defender os Municípios trabalhando com estudos, números e tenho certeza que vamos fazer acontecer”, enfatizou.

 

José Ricardo ponderou sobre as dificuldades dos Municípios. Eles estão sofrendo  com dívidas e sem condições de governar mesmo tendo a frente um bom Prefeito/Prefeita. Ele entende que todos ainda passam por um sistema velho, em que na verdade tudo se arrecada no Município e vai para Brasília, retornando para o Município a conta gota os recursos, sem condições sequer para implementar com efetividade os quase 400 programas federais existentes”.

Segundo ele, o Congresso é uma forma de analisar situações e buscar soluções eficazes. A APSP vai lutar por mais repasses, inclusive lutar para que este ano ainda as Prefeituras do Estado de São Paulo possam fazer parte da distribuição da FEX = Fomento as Exportações; a necessidade de mais investimentos para suprir as demandas dos Municípios; colocar em pauta a melhoria da qualidade nos serviços públicos prestados à população, bem como discutir a participação popular e os meios de garantir o desenvolvimento humano.

APSP

A APSP – Associação de Prefeitos de São Paulo - é uma entidade sem fins lucrativos e todos os técnicos colaboradores, os quais compõem o Conselho Técnico Consultivo, inclusive sua diretoria são cidadãos voluntários.

 

Sub-categorias